sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Going through changes...


Eu tenho a mania absurda de tentar entender as pessoas, e ficar investigando por que razão elas são assim, ou assado. Eu acho que nenhum ser humano é mau, ou faz coisas más de caso pensado.
É por isso que sempre me estrepo quando dou confiança demais, ou me envolvo demais com alguém.
Taíse sempre me falou isso. Eu me apego muito fácil às pessoas, sem antes saber como elas são, e mesmo quando eu descubro, eu tento procurar uma coisa boa nelas, pois a meu ver ninguém é de todo mau.
Mas, hoje, depois de conversar com duas ou três pessoas, percebi o quanto isso é ruim pra mim. Primeiro porque me faz parecer falso, porque se eu acho tanto defeito na pessoa, porque eu fico mantendo ela por perto, pra ver que ela realmente é defeituosa e não tem mesmo jeito? Masoquismo? How 'bout no longer being masochistic? Segundo porque isso faz com que as pessoas que se importam comigo de verdade muitas vezes fiquem em segundo plano.
E, assim, é mais uma fase desse mês em que eu decidi dar um rumo pra minha vida. Comecei raspando a cabeça. Sério, mudar o cabelo sempre ajuda. To firme na dieta, embora eu ache q não esteja adiantando muito. Tive também umas conversas aqui em casa. Criei vergonha e fui ao banco abrir uma conta, que há 8 anos eu não tenho. Fiz uma segunda via do RG e do CPF, que nem sabia onde tava. Talvez em algum buraco negro que leve tudo o que perco a uma dimensão paralela.
Mas enfim, o resultado de tudo isso, e o que eu quero dizer é que. Vou colocar de uma vez por todas na minha cabeça que eu não sou Jesus Cristo, portanto tenho o direito de recusar coisas e pessoas sim. Falar NÃO é necessário, tenho que aprender que eu não sou decisivo na vida de ninguém, e o que eu não puder fazer, certamente alguém mais o fará. E, enfim, vou cuidar das pessoas que merecem, que importam ser cuidadas.
Finalmente, vou deixar a preguiça de lado e toamr banho todos os dias... Ok, não´preciso explicar essa resolução aí!

4 comentários:

Bill. disse...

jezuis.. que revolta minino, agora fiquei com medo, qual dos tipow eu me encaixo? Oo

virginiadferrante disse...

Isso aí gato! Eu geralmente n me abro logo com as pessoas,mas costumo ter pessoas q me apego e quero sempre ajudar e depois de um tempo não aguento mais... as pessoas vão se mostrando outras e assim vai,é foda... temos que dizer NÃO, temos que deixar as pessoas aprenderem sozinhas. e saber que a gente erra tbm!
Arrasa no novo momento e assiste Hedwig pq é incrivel
bjocas

Cesar disse...

You no u can count on me!
It´s great to hear you´re looking for changes... and good changes.
I´ve already told you I believe in your potential as a person and as professional (you were a great teacher... don´t let me down lol).
Anything you need, I´ll there for you!

xoxo

Anônimo disse...

voce é ridículo