quinta-feira, 9 de abril de 2009

Guerra e paz!

Em Minas temos um papagaio que atende pelo criativo nome de Lourival. Lourival é meio parecido com minha avó, deve ter adquirido um pouco da personalidade dela. Ele não gosta de qualquer um, é bem na dele e adora chuva e barulho de liquidificador. Como todo bom papagaio de roça, Lourival domina a cozinha, dorme no cantinho do fogão a lenha, aproveitando o calorzinho que remanesce da queima do dia inteiro.
Porém, um dia me chega a tia Arlete com um filhote de pomba que ela achou caída na beira da estrada. Nem precisa dizer que o ciumento do papagaio odiou a pobrezinha desde que colocou os olhos nela. A pequena pombinha dava bobeira e lá ia o Lourival pra cima dela. Resolvi dar um basta nisso!
Quem me conhece sabe, assim como sou passional, também sou apaziguador. Cheguei da escola determinado a terminar com aquela situação. Peguei Lourival do poleiro, levei até onde ficava a tal da pombinha e disse:
_ Olha, Louro! Larga a mão de ser chato, ela é sua irmã de criação agora. Pode ir ficando amigo dela!
Ele me olhou meio de banda, depois olhou para a pomba e... Zás! Deu uma bicada certeira no pescoço da meia-irmã, que capotou na hora. Antevendo a surra que tomaria por isso, tentei reanimar a pombinha, coloquei ela debaido d'água, esfreguei o peitinho dela e nada. Algum tempinho depois e ela estava dura, mortinha da Silva.
Sim, levei a surra e descobri nesse dia que, quando há uma briga, o melhor é deixar as coisas se acertarem por si próprias... Quer dizer, acho quenão aprendi tão bem assim não...

6 comentários:

Rôdy disse...

eu também sou assim: não consigo ver uma richa sem querer apaziguar, mas muitas vezes nãoacontece como a pombinha e o Lourival. Na maioria das vezes as duas pessoas se reconciliam e quem sai como vilão sou eu.

beijo Chacha

ManuFuji disse...

Pai D'Égua essa

ManuFuji disse...

Pai D'Égua essa

ManuFuji disse...

Pai D'Égua essa

ManuFuji disse...

Pai D'Égua essa

Cy disse...

Amei...
Coitada da pomba..

Adorei sei blog......tem um q do "meu pe de laranja lima"...

Pura poesia......bj